Design de Autor vs Design !?

A reflexion about “Design” and “Author Design”.

Ideias Chave

Ilustração básica Ideias-Chave

“Real life happens between blog posts and e-mails” (Lee La Fever)

Com esta frase, tento justificar a razão da minha bibliografia ser composta por blogs na sua maioria. Entre deambulações e leituras dedicadas à procura de um tema (e mesmo depois de arranjar um), achei que deveria manter-me neste limbo dado o tema a que me proponho reflectir. Sendo um tema, sem conclusão (e longe de a ter certamente), e sem grandes desenvolvimentos sobre o mesmo, acho que para obter informação sobre “Design de Autorismo”, nada melhor do que ler o que as pessoas pensam de facto sobre o assunto. E tal está expresso em blogs, onde pessoas escrevem diariamente. E onde regularmente consultam à espera de uma contraposição, ou de novas perspectivas em relação ao tema. Como tal, e por ser onde surgiu o interesse por esta temática (nos blogs, mais propriamente no Design Observer), também me proponho a criar um blog – o DesignDautor.wordpress.com.

Como designers, estamos constantemente a tentar vincar a “nossa” ideia, tentando sempre arranjar o “pitch”, ou como outros dizem: “A AH!AH! Moment!”. Mas esta “nossa” vontade juntamente com uma forte e exagerada força de intenção, ou mesmo desejo de a elevar aos “céus”, penso que se pode chegar ao exagero.

Nós somos uma imagem, e uma imagem é o que nós somos”. Mas e o Design?

Como designers não devemos pensar no melhor para “Ele”, apesar do resultado para a nossa imagem ou vaidade pessoal?

Já é certo que design, tal como outras áreas é algo que levará a muitas chatisses e decisões rápidas e práticas, segundo Adrian Hanft, um bom designer deve ter pelo menos 5 caracteristicas durante a sua carreira: Curiosidade, Paciência, Simpatia, Humildade e Boa Comunicação.

Segundo esta ideia, será que ainda se encaixa no Design, um Designer “Autorista”? Muitas vezes, um Designer Artista? Com os seus tiques e ideias pregadas?

Ainda assim acredito na individualidade e pensamento próprio. Senão seríamos todos máquinas operárias, transmissoras de mensagens.

Devemos por isso, como Andy Altman disse: “Strugling to produce personal work”.

Sendo assim, não concluí, nem produzi sequer um índice, mas antes ideias-chave.

– Qual a importância do Design ter um Autor? E seremos realmente autores de algo? Ou dos trabalhos que aclamaremos ser nossos?

Tal como a pintura renascentista “Mangiaricotta” ser do autor Vicenzo Campi, do século XV. Quando na verdade foi a sua oficina que a produziu, passando essa obra por vários pintores!

– Design de Autor prejudicial ou benéfico para o Design no seu sentido lato?

– Design de Autor Autoritário? E sua relação com Design no que ele deve servir?

– Pequenas noções do que o Design deve servir!

Ainda assim, as bases para o meu trabalho têm sido nos sites DesignObserver, Ressabiator, BeADesignGroup, Eye, AIGA, Texto.fba.up.pt, DesignLab, MarkBoulton blog.

SP

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: